arusha

Dia 171 – Arusha

Por Themys Cabral

Acordamos cedinho em Dar es Salaam (ainda estava escuro) e aproveitamos o transfer do hotel, que nos deixou na rodoviária, para pegarmos o ônibus rumo à Arusha. Foi uma mão na roda!

Pegamos o ônibus e só havia, além do Robert e de mim, mais um casal de muzungo no ônibus.

Embarcamos para Arusha e o ônibus não era de todo ruim. O duro é que exatamente o banco que estávamos era o que menos reclinava.

No meio da viagem, descobrimos que o casal de muzungo no ônibus era formado por uma neo-zelandesa e um brasileiro! hehehe. Mundo ovinho! Ficamos batendo o maior papo a viagem inteira. Eles já estavam com o safári certinho e combinamos de tentar pegar o mesmo.

Chegamos à Arusha já de noite. Antes do ônibus chegar, me enchi de repelente e quase matei todo mundo dentro do ônibus com a quantidade de veneno que usei. A malária é endêmica naquela região e eu não estava nem um pouco a  fim de arriscar o futuro da nossa viagem com uma picadinha de mosquito. Mas acho que exagerei na dose e o povo do ônibus ficou fulo da vida comigo.

Chegamos e negociamos um táxi que nos deixou no hotel. Mais uma vez a recomendação era não sair a noite sozinhos. O jantar, então, teve que ser no restaurante do hotel mesmo. Nenhuma maravilha, mas tudo bem.

Leia outros textos relacionados
Booking.com
Modificado e otimizado por Jean Kássio